Você sabe o que é uma rede PON?

Atualmente as redes metálicas são as predominantes nos sistemas de telecomunicações, porém os avanços nas pesquisas na área de fibra óptica, cada vez mais tornam possível o uso desta tecnologia comercialmente. Hoje fibras ópticas apresentam diversas vantagens sobre as redes metálicas como: imunidade a interferência eletromagnética, menor perda de energia por quilômetro, maiores taxas de transmissão.

A evolução da Internet, o aumento de usuários e aplicações interativas vem demandando maiores taxas de transmissão. As redes ópticas passivas (PON) são uma opção para este tipo de comunicação. Pois, elas são extremamente flexíveis devido a facilidade de derivação e questões de operacionalização.

Grandes projetos de cabeamento já estão utilizando as redes PON em redes locais. É um avanço significativo nas redes LAN que agora contam com o cabeamento 100% óptico. Dessa forma é possível prover a empresas uma rede segura, de baixo consumo de energia e de menor custo total comparado com o cabeamento metálico tradicional.

O que é uma rede PON?

No contexto prático uma PON é uma rede em fibra óptica interligada, em topologia estrela, anel ou barramento e na configuração ponto-multiponto, que possui somente componentes ópticos passivos entre o OLT (Optical Network Terminal) e a ONU (Optical Network Units). O termo passivo se origina da principal característica dessa rede, uma vez que não existem elementos ativos no core da rede, isto é, elementos que necessitem de energia elétrica para seu funcionamento.

A arquitetura PON requer equipamento optoeletrônico ativo somente nos terminais de envio (OLT) e recepção (ONU), para a conversão óptico/elétrica/óptico (O/E/O) dos sinais recebidos em diferentes formatos de transmissão, enquanto que os equipamentos de interconexão, a planta externa de fibras ópticas e os divisores ópticos são componentes passivos.

Com a alta demanda de banda necessária para atender novos serviços como VoIP, DTVi, HDTV, 3DTV entre outros, as redes de par de cobre, capazes de atingir velocidades máximas em torno de 100Mbit/s, são consideradas inadequadas para as necessidades atuais, frente ao grande número de usuários.

Entre as tecnologias desenvolvidas para atender a demanda atual, podemos destacar as três mais utilizadas: Digital Subscriber Line (DSL), Hybrid Fiber-Coaxial (HFC) e Fiber-To-The-X (FTTx).

As soluções ópticas (FTTx) são mais interessantes em relação as demais em alguns pontos como:

• Entrega do triple play, que através de uma única fibra o usuário final pode ter serviços de dados, voz e vídeo, com garantia de qualidade, pois cada um dos serviços é separado por uma porta diferente no switch que fica localizado nas residências;
• Altas taxas de transmissão, o que aumenta competitividade e as receitas;
• Maior alcance e menor complexidade dos projetos.

WJ Sales
WJ Sales
Especialista em desenvolvimento de sites, lojas virtuais e sistemas. Faço parte da equipe que compõe a empresa Sales Publicidade. Atuamos em diversas áreas destinada ao Marketing. Faço publicações de artigos em blogs e nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image