Sistemas de um Data Center seguro e confiável

Business person logging in to his laptop

A confiabilidade do Data Center é essencial, pois o tempo de inatividade de uma empresa tem alto custo. No ambiente de Data Center um sistema de cabeamento e demais subsistemas bem projetados fornecem uma base confiável para os equipamentos de TI, reduzem o tempo das interrupções causadas por eventos adversos (intencionais ou não intencionais), permitem intervenções programadas rápidas e eficazes, controle amplo e contínuo da operação, monitoramento e economia de energia, além da segurança ao ambiente, ao usuário e ao patrimônio, melhorando assim a eficiência operacional e apoiando às mudanças advindas do crescimento futuro da organização.

O uptime de um Data Center é garantido pelo desempenho e qualidade de seus equipamentos críticos, não menos importante é a infraestrutura que dá o suporte/apoio para a alta disponibilidade destes equipamentos e serviços críticos.

Um dos grandes desafios nas soluções de projeto de Data Center é a necessidade de crescimento com o tempo das diferentes áreas. É imprescindível que todos os sistemas sejam compatíveis entre si e dimensionados para a perfeita sincronia de operação, garantindo a segurança da operação.

Há basicamente 6 sistemas que precisam trabalhar sincronizados para que um Data Center possa ser considerado seguro e de alta disponibilidade:

  • Segurança Física
  • Prevenção e Combate Contra Incêndios
  • Climatização
  • Energia
  • Infraestrutura de Telecomunicações
  • Conformidade e Certificação

Certificação e normas do Data Center

Atualmente, duas entidades no Brasil certificam a qualidade e segurança necessárias ao processamento e armazenamento de dados em Data Centers: A TÜV Rheinland do Brasil e o Uptime Institute.

Conheça, abaixo, as principais características das duas certificações.

TÜV Ranking (TR)

A TÜV Rheinland do Brasil utiliza um sistema de classificação em quatro níveis, chamados de TÜV Ranking (TR), correspondentes aos Tiers I a IV da TIA 942, normas internacionais da área. São eles:

  • Data Center TR 1: Básico
  • Data Center TR 2: Componentes Redundantes
  • Data Center TR 3: Sustentabilidade Concomitante
  • Data Center TR 4: Tolerante a Falhas

Classificação TIER

O Uptime Institute estabelece, por meio da certificação Tier, quatro definições distintas de infraestrutura de site de Data Center.

Tier Standard: Topology estabelece quatro definições distintas de infraestrutura de site de Data Centers usando as Tier Classifications (I, II, III e IV) e os testes de confirmação de desempenho para determinar a conformidade com as definições. O Sistema de Tier Classification descreve a topologia de infraestrutura em nível de site exigida para manter operações de Data Centers e não as características de sistemas ou subsistemas individuais.

  • Tier I: Infraestrutura Básica de Site
  • Tier II: Componentes Redundantes de Capacidade de Infraestrutura de Site
  • Tier III: Infraestrutura de Site Concurrently Maintainable
  • Tier IV: Infraestrutura de Site Fault Tolerant

Diversas normas regem o desenho, implantação e operação de Data Centers. Para análise de infraestrutura de ambiente de hospedagem de elementos de tecnologia da informação aplicam-se, em particular, os padrões de referência descritos na norma ANSI/TIA 942, que indica requisitos que vão desde a construção até a ativação do Data Center. Entretanto, essa norma se relaciona diretamente com outras igualmente importantes:

  • ANSI/EIA/TIA-568-C.0– Generic Telecommunications Cabling for Customer Premisses.
  • ANSI/EIA/TIA-568-C.1 – Commercial Building Telecommunications Cabling Standard.
  • ANSI/TIA-942 – Telecommunications Infrastructure Standard for Data Centers;
  • TIA/EIA-606-A – Administration Standard for Commercial Telecommunications Infrastructure.
  • ABNT NBR 14565 – Procedimento Básico para Elaboração de Projetos de Cabeamento de Telecomunicações para Rede Interna Estruturada;
  • ABNT NBR 5410 – Execução de instalações elétricas de baixa tensão;
  • NB-252/82 – Segurança na execução de Obras e Serviços de Construção (ABNT NBR -7678);

A norma EIA/TIA-942 descreve os requisitos específicos para a infraestrutura de Data Centers. Conforme estabelecido na norma ANSI/TIA 942, os Data Centers apresentam as áreas funcionais ilustradas na Figura 1.

Essas áreas correspondem a:

  • Entrace Room (ER): local onde se dá a interconexão do cabeamento estruturado do Data Center e o cabeamento das empresas de telecomunicações que fornecem serviços a empresa de Data Center;
  • Main Distribution Area (MDA): local onde se o ponto central de distribuição do cabeamento, incluindo switches core e grandes roteadores, constituindo o principal espaço para manobras do Data Center;
  • Horizontal Distribution Area (HDA): área utilizada para conexão com a área de equipamentos;
  • Zone Distribution Area (ZDA): ponto de interconexão opcional localizado entre HDA e EDA, provendo flexibilidade adicional;
  • Equipment Distribution Area (EDA): área destinada para os equipamentos terminais (servidores, unidades de armazenamento etc.).
WJ Sales
WJ Sales
Especialista em desenvolvimento de sites, lojas virtuais e sistemas. Faço parte da equipe que compõe a empresa Sales Publicidade. Atuamos em diversas áreas destinada ao Marketing. Faço publicações de artigos em blogs e nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image