GPS mostra o caminho, mas até que ponto isso é bom?

Em locais que por tradições os caminhos são traçados pelos trajetos definidos pelos homens, e não por mecanismos como o GPS. A utilização desse mecanismo pode alterar  e transformar a rota que em gerações foram considerados os melhores caminhos.

Reconhecidamente, esse mecanismo nos favorece muito, pois agora podemos ira a diversos locais sem precisarmos nos preocupar com mapas, buscar informações com pessoas da localidade entre outras formas. Mas será que o GPS sempre mostra o melhor caminho? Isso ainda precisa ser muito estudado, pois é muito comum sabermos de fatos de que muitas pessoas passaram por situações perigosas e algumas até morreram por causa desses trajetos.

Mas por ser um sistema que facilita a vida de muitos, está sendo cada vez mais utilizado no mundo e casos isolados como esses, de alguns que foram parar em locais que oferecem riscos, não irão afetar a funcionalidade deste recurso. Mas por ser uma ferramenta que basicamente não depende da ação humana para funcionar, funciona sem o contato natural do ambiente, as informações são passadas via satélite e agrupadas no sistema para que possam fazer leitura e mostrar as melhores alternativas de caminhos.

O principal objetivo do GPS, é identificar o melhor percurso para chegar nos locais desejados, para isso é utilizado os satélites, que alimentam de informações esse recurso, sem os satélites não seria possível a utilização dos GPS. Isso nos faz pensar que a tecnologia está nos colocando em um situação que até para nos locomovermos estamos dependente dela, e se pensarmos daqui alguns anos, quase ninguém saberá a funcionalidade de outros recursos que até pouco tempo era utilizado para indicar a direção de como chegar em determinados locais.

Com a utilização do GPS, agora é muito mais fácil e você economizar minutos e até horas, para chegar em algum lugar, podendo entrar em diversos trajetos que o navegador vai pesquisando e mostrando para vocês seguir. Mas até que ponto isso pode nos favorecer, pois o nosso guia está observando os trajetos de cima, e sendo assim podemos entrar em alguns caminhos que não são realmente seguros.

Em certa ocasião foi preciso fazer uma operação de resgate em uma região montanhosa e com muitas geleiras, uma equipe de resgate estava prestes a seguir as informações do GPS, mas um ancião dessa região, informou que se eles seguissem essa direção iriam enfrentar muitos obstáculos, que possivelmente seria muito difícil conseguir exito em chegar ao destino usando as informações passadas pelo dispositivo. Então ele indicou outro caminho, que aparentemente parecia ser mais longo, mas se contasse pelas dificuldades naturais enfrentadas, o caminho seria o melhor e o mais rápido, sendo possível fazer o resgate com mais agilidade.

Por essas e outras razões que não devemos desprezar os avanços tecnológicos, mas devemos manter o nosso contato com o mundo real, para que mesmo recebendo as informações para onde devemos seguir, possamos ter o contato com o ambiente, para que possamos sentir se realmente esse é o melhor caminho. Não há dúvidas que assim como GPS, outras tecnologias podem ser muito úteis para nossa vida, mas mesmo usando elas, não podemos perder nosso lado humano de ver as coisas e as possibilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
18 × 18 =