Exposição a radiação ao usar dispositivos móveis

Você sabia que ao atender um telefonema e acessar a internet, você está exposto a radiação emitida pelos campos eletromagnéticos de alta frequência, que são usados para transmitir a fala e os dados? Mas por ainda ser uma tecnologia nova, ainda nenhum estudo foi comprovado que essa radiação faz mal a saúde humana, mas existem muitas pesquisas em andamento, e só daqui alguns anos poderemos saber os resultados.

Esse é um assunto que preocupa muita gente, e alguns até evitam usar com muita frequência o celular, para não ter contato direto com a radiação do aparelho. Mas no mundo atual, tal resistência é muito difícil.

Existe na Alemanha, uma organização, denominada Escritório Federal de Proteção contra Radiação ( BfS ), que desenvolve diversas pesquisas, relacionadas a radiação e os males que ela pode causar a saúde ser-humano. O BfS reúne informações sobre os valores da taxa de absorvição específica de radiação de todos os dispositivos de comunicação móvel disponíveis no mercado (telefones celulares, smartphones e tablets). Um dispositivo é considerado de baixa radiação até um valor de 0,6 watts por quilograma. Segundo a medição da Bfs, 58% dos smartphones atualmente disponíveis podem ser classificados como de “baixa radiação”.

Os dispositivos de comunicação móveis mais modernos, tem uma vantagem sobre os modelos mais antigos, eles geralmente transmitem suas informações usando o padrão UMTS (Universal Mobile Telecommunication System – “Sistema Universal de Telecomunicação Móveis”), ou a mais recente tecnologia que está sendo lançada no mercado a LTE (Long Term Evolution). Em comparação com o padrão antigo o GSM, esses novos geram níveis mais baixo de radiação ao formar conexões.

O padrão GSM usa potência máxima ao configurar a chamada. Depois disso, o dispositivo regula-se à potência de transmissão necessária. Ao usar o padrão UMTS ou LTE , o dispositivo de comunicação móvel opera precisamente no sentido oposto. Ele começa a fazer a conexão usando a menor potência de transmissão e, em seguida, aumenta a energia necessária.

De acordo com o estado atual da ciência e tecnologia, não há riscos para a saúde representados pelas comunicações móveis. No entanto, a tecnologia ainda é nova demais para um julgamento conclusivo dos efeitos a longo prazo. Todas as questões relativas aos efeitos nas crianças também não foram respondidas de forma conclusiva. Portanto, á aconselhável os usuários a não desconsiderar medidas cautelares.

Reduzindo a exposição individual à radiação
Através do nosso próprio comportamento, podemos reduzir nossa exposição à radiação na vida diária. Além da Recomendação para fazer ligações telefônicas em celulares, existem dicas especiais para os novos aplicativos oferecidos por smartphones e tablets:

  • Faça chamadas usando um fone de ouvido. Isso se aplica a smartphones e também a celulares clássicos.
  • Navegar na internet e acessar e-mails deve, se possível, ser feito somente quando houver boa recepção ou usando wi-fi. As redes Wi-Fi costumam ter uma potência de transmissão inferior à dos padrões de comunicação móvel UMTS , GSM ou LTE .
  • Acesse e-mails manualmente somente quando necessário.
  • Evite receber e-mails durante uma chamada telefônica. Se você deseja manter baixa a sua exposição à radiação, desligue o tráfego de dados móveis, ou deixe em segundo plano.
  • Se você transportar seu smartphone em seu corpo, tome cuidado para observar a distância mínima de isolamento fornecida pelo fabricante. Use os acessórios de transporte fornecidos com ele.
  • Ao navegar na internet com seu tablet ou smartphone, tenha cuidado para manter uma distância suficiente do seu corpo. A exposição a campos de alta frequência é reduzida significativamente com o aumento da distância.
  • Ao comprar, procure o menor valor possível de SAR (Specific Absorption Rate – taxa de absorvição específica) .

Smartphones e tablets para crianças?
É particularmente importante minimizar a exposição das crianças à radiação. Eles ainda estão se desenvolvendo e, portanto, podem reagir com mais sensibilidade em termos de saúde.

Recomendações especialmente para crianças e jovens
Desativar “transferência de dados via comunicações móveis”. Isso deixa seu filho capaz de receber chamadas e jogar jogos off-line enquanto estiver em movimento. Se desejar realmente  jogar jogos online no smartphone ou tablet, isso deve ser feito em casa através de uma conexão wi-fi. A duração do jogo deve ser mantida dentro dos limites não apenas por razões de proteção contra radiação.

Veja a tabela SAR de todos o dispositivos móveis.

WJ Sales
WJ Sales
Especialista em desenvolvimento de sites, lojas virtuais e sistemas. Faço parte da equipe que compõe a empresa Sales Publicidade. Atuamos em diversas áreas destinada ao Marketing. Faço publicações de artigos em blogs e nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image